Uma Estranha Simetria - Audrey Niffenegger

sexta-feira, fevereiro 06, 2015


Páginas: 359   Editora: Suma das letras
Mais uma vez, faz tanto tempo que não resenho algo que nem sei mais como faz, principalmente quando a leitura não é tão boa quanto esperava hehe.

A historia é narrada em terceira pessoa, e tem como foco principal, a família Poole. O primeiro capitulo se chama "O Fim" e começa com a morte de Elspeth, que morreu de câncer. Elspeth deixou com seu marido Robert um testamento dizendo que seu apartamento e seus bens são de suas "sobrinhas" Julia e Valentina Poole, e só teria uma regra: não era permitido a entrada de Edie (sua irmã gêmea) no apartamento. Quando as irmãs Julia e Valentina receberam a carta, viram isso como uma ótima oportunidade de serem independentes. E poder saber mais sobre a irmã gêmea da mãe, que nunca falou sobre.
Elspeth e Edie, eram como a Julia e Valentina, sempre andando juntas e vestindo as mesmas roupas, a semelhança entre elas eram muito grande, parecia até que uma era o reflexo da outra. Mas um segredo fez com que as irmãs Elspeth e Edie se separassem e seguissem rumos diferentes. Elspeth continuou em Londres, e Edie foi para os Estados Unidos com seu marido Jack.

Julia era o tipo de irmã mais velha, apesar de serem gêmeas, tratava a Ratinha (apelido de Valentina) como a irmã mais nova e indefesa, sempre cuidando dela e se preocupando em saber se ela estava bem em um lugar cheio de pessoas. Valentina pensava que Julia à achava muito frágil então percebe que passar esse tempo em Londres vai conseguir provar o quanto pode ser independente. Logo na chegada ao apartamento, a vista da janela dá para um cemitério. O cemitério Highgate, onde estão os túmulos da família Poole.

O que as meninas não sabiam, era que o espírito de Elspeth estava no apartamento. Elspeth começa a treinar movimentar objetos, e depois de muito tempo de treino, consegue mover uma folha de papel, tudo para tentar mostras às sobrinhas o quanto estava feliz com a presença delas. Com o passar do livro, vemos o quanto Elspeth conseguiu avançar nesse seu projeto.
O livro é dividido em três partes, sendo que só começa a ficar interessante e curioso depois da metade da parte dois. Achei a leitura muito lenta e pesada, e esse foi um dos motivos que me fez atrasar a leitura e não curtir tanto. Outro ponto negativo foi os personagens, por mais que cada um fosse diferente, não consegui me apegar a nenhum, eles pareciam muito secos, não sei explicar. Os capítulos são bem curtos e achei que estavam misturados. O segredo que falei lá em cima foi um dos motivos que me fez querer continuar leitura, e quando finalmente descobri, fiquei de boca aberta. Não só o segredo mas o último capítulo, que mostra o que aconteceu com cada um.

Não recomendaria esse livro pra quem gosta de algo mais leve. Acho que não aproveitei mais por não ter lido no momento certo. Me lembro o quanto a sinopse me deixou curioso e ansioso a respeito do livro. Mas se você curte uma leitura densa que não importa onde esteja você consegue se envolver, essa pode ser uma otima escolha.

Então é isso, se eu fosse avaliar daria uma estrela, pois não li no momento certo e acho que isso fez com que eu demorasse mais. E aí? Quem já leu?

Leia também

0 Comentários