RESENHA: O Projeto Rosie - Graeme Simsion

quarta-feira, novembro 13, 2013

Editora: Record  Páginas: 319  I.S.N.B: 978-85-01-40221-9
Olá leitores, tudo bem com vocês? Hoje finalmente trago mais uma resenha pra vocês :DD
Então espero que gostem!

 Don Tillman é um geneticista de 39 anos. Bonito e com um copo bastante em forma (isso porque ele possui uma atividade física diariamente). Identifiquei Don no início do livro como um robô, seu cérebro é processado de uma maneira diferente das pessoas ao seu redor. Além de ter uma linguagem mais rebuscada no seu vocabulário, a vida de Don é resumida em horários, planos e projetos.

 Gene, melhor amigo de Don, é totalmente diferente dele, apesar de ser casado com Cláudia eles mantêm o casamento aberto, e ainda são pais de Carl e Eugenie. Daphne era sua vizinha e ele passou a ter um contato maior com ela quando seu marido foi para o asilo. E essas pessoas que acabei de citar, são as únicas pessoas que Don considera amigos.

 Como havia dito antes, Don age quase que como um robô, não deixa se levar por sentimentos e se agarra na ciência para tudo. Na dispensa do seu apartamento, há um quadro que mostra o que ele deve comer nos dias da semana, não gosta de quadros na sala, entre outras coisas que não é muito comum.



 É exatamente esse seu jeito que o faz diferente, desde pequeno teve dificuldade em ter relações sociais, nunca teve uma namorada antes, sofria bullying (o fato que o levou a praticar vários exercícios como artes marciais, para se defender). Foi dando início a um projeto, que Don acaba conhecendo Rosie (não é spoiler, o nome do livro já deixa tudo claro), que acaba indo a um encontro com ela por causa do empurrão dado por Gene.

 Depois desse encontro, ele vê que ela não se encaixa em absolutamente nada de suas opções, também totalmente diferente dele, mas foi um outro projeto, que levou os dois a se encontrarem constantemente, a se conhecerem melhor e a viajar para outro país.

 Cada personagem tem sua essência,e com o tempo você passa a conhecer a história e começa a entender o porquê de cada um agir da maneira que são. Vou ser sincero que demorei para entender porque Don agia daquele jeito, mas no final (que acho que já é o esperado) faz valer a pena a espera.


 A capa é muito linda, não acham? E cada ilustração que tem na capa há um significado com a história. A diagramação é bem simples, nada de mais nas entradas de capítulos, fontes e espaçamentos também simples.

Dois quotes que separei, um bem reflexivo e um muuuuito lindo:

"Por que nos focamos em certas coisas em detrimentos de outras? Estamos dispostos a arriscar nossas vidas para salvar alguém de um afogamento e, no entanto, não fazemos a doação que poderia salvar uma duzia de crianças da fome."
Pag. 113


"-Don, posso lhe perguntar uma coisa?
-Uma pergunta
Você me acha atraente?
[...]
-Na verdade não prestei atenção - respondi para a mulher mais linda do mundo."
Pag. 167


 Para quem quer uma leitura simples, com certeza ler esse livro pode ser uma ótima opção. E como dito na nota da autora Marian Keyes na capa "Adorável... Realmente engraçado e emocionante."

Espero que tenham gostado da resenha. :)
E aí? Já leram o livro? Gostariam de ler?
Até logo! ;)

Leia também

2 Comentários

  1. Ah!!! Eu to doida pra ler esse livro, e por sinal achei a capa dele lindaaaa!!!
    Muito bem escrita a sua resenha. Gostei do seu blog, não conhecia.
    Já estou seguindo :)
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muitíssimo obrigado, recomendo a leitura ;)
      Até logo!

      Excluir